Deixemo-nos mover pelo Espírito de Deus

“Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim” (João 15,26). 

Que graça aquilo que Jesus está nos prometendo, e promessa de Deus é promessa de Deus. Jesus está dizendo que enviará o Defensor, é um outro nome no qual se evidencia a ação do Espírito de Deus em nós.

O Espírito Santo é Advogado, Paráclito, Intercessor, e Ele é o Defensor. Sabemos que o Defensor é aquele que nos defende do mal, do mundo e do maligno. O Defensor é aquele que age em nosso favor, é aquele que está em nós, que advoga por nós junto do Pai, e não deixa que o mal aja sobre nós.

Às vezes, perguntamo-nos como os salmistas: “Quem há de nos proteger?”, “Quem há de nos defender?”. E Jesus está nos dizendo que Ele enviará da parte do Pai o Defensor, o Espírito da Verdade que procede do Pai. Esse Espírito em nós dá testemunho de Jesus; esse Espírito, agindo em nós, coloca-nos na comunhão com Jesus. Ele não só testemunha a ação de Cristo em nós, como nos leva a testemunhar Jesus no mundo.

O Espírito de Deus é aquele que nos acalma, que nos coloca na presença silenciosa e amorosa de Deus

 

Muitas vezes, encontramo-nos perdidos, sem saber o que fazer, sem saber como proclamar o nome de Deus em casa e na família; muitas vezes, sentimo-nos sem criatividade e motivação para a ação.

Coloquemo-nos sob o domínio do Espírito, coloquemo-nos sob os cuidados d’Ele. Deixemo-nos ser guiados pelo Espírito que Jesus nos deu.

Muitas vezes, encontramo-nos na defensiva, procurando defender-nos daquilo que os outros estão dizendo contra nós, procurando defender-nos diante das nossas fragilidades. Ficamos, dentro da cabeça, argumentando, arguindo com nós mesmos, com vontade de dizer um monte de coisas para as pessoas. Estamos gastando energia cerebral e emocional; estamos nos desgastando, mental e emocionalmente falando, quando, na verdade, tudo o que precisamos é estar no Espírito.

Não nos deixemos mover pelo espírito mundano que procura revanchismo, o combate de uns contra os outros. Esse espírito é mundano, e não é o Espírito de Deus.

O Espírito de Deus é aquele que nos acalma, que nos coloca na presença silenciosa e amorosa de Deus. O Espírito de Deus é aquele que nos advoga, defende-nos e guia-nos.

Deixemo-nos guiar pelo Espírito prometido por Jesus!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo -Sacerdote, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *