11 livros indispensáveis para o católico

A leitura é fonte de conhecimento e sabedoria. Se você está procurando por livros católicos, certamente já sabe muito bem disso. 

Um ditado popular diz que a leitura dá asas à imaginação. Para nós, católicos, podemos dizer que os livros de espiritualidade nos põem asas para nos elevar para mais perto de Deus. 

Se você pretende aproveitar sua leitura para adquirir conhecimento e aprofundar sua espiritualidade, então veja essa seleção de 11 livros indispensáveis para o católico. 

Vamos, então, aos títulos? Escolha os seus preferidos (aposto que serão todos!), e boa leitura! 

 

Imitação de Cristo

 

Este livro é um verdadeiro tesouro para os católicos, é o mais popular depois da Bíblia Sagrada. Escrito na Alemanha, no período da Idade Média, sua autoria foi atribuída a São Tomás de Kempis.

O livro propõe uma pedagogia que nos conduz no caminho da vida interior. Nos oferece a oportunidade de conhecer mais profundamente a Jesus para moldar nossa própria vida segundo a de Cristo.

Glórias de Maria

 

Escrito por Santo Afonso de Ligório, numa lista de livros para católico ele é indispensável. Foi publicado originalmente em 1750, sendo que o autor demorou quase 15 anos para concluí-lo.

Mais do que um livro de orações, a obra traz um aprofundamento sobre a oração da Salve-Rainha. Traz ainda reflexões sobre as virtudes de Maria, sobre suas dores e as principais Festas Marianas na Igreja. 

 

Tratado da verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

 

Entre os livros para o católico sobre a devoção à Nossa Senhora, este é, sem dúvida, o mais conhecido.  Mesmo tendo sido escrito por volta do ano de 1712, é uma obra fortemente recomendada aos católicos até hoje. 

O livro é uma reflexão sobre a importância da verdadeira devoção à Nossa Senhora. Nele o autor propõe um roteiro de orações a serem feitas ao longo de 12 dias preliminares e mais quatro semanas, cada uma a partir de uma temática. Esse retiro de oração culminará com a consagração a Jesus por meio de Maria.

Obras completas de Santa Teresa D’Ávila

 

Ao longo de sua vida religiosa, Santa Teresa escreveu muitos livros. Mística e teóloga, ela combinou a vida religiosa contemplativa com uma vida de grande atividade e registrou tudo em livros.

Duas editoras se uniram para publicar as Obras Completas de Santa Teresa, que é a coleção de todos os seus livros, além de mais de 400 cartas da religiosa. 

História de uma alma

 

Este é um manuscrito autobiográfico de Santa Teresinha do Menino Jesus. Nesta obra ela retrata a sua vivência espiritual a partir dos valores evangélicos. 

“História de uma alma” é uma escola para aqueles que desejam aprender a acolher a Vontade de Deus, a se abrir ao amor aos irmãos e viver a simplicidade interior por meio da “pequena via”.

O Diálogo

Escrito por Santa Catarina de Sena, este livro é um clássico da espiritualidade. O livro é de fato uma conversa impressionante entre a Santa e Deus.

Santa Catarina reflete, nessas páginas, sobre a missão redentora de Cristo, o clero, a conversão da humanidade, entre outros assuntos. É por isso uma referência para aqueles que desejam se aprofundar na sua mística e emocionante trajetória.

Diário de Santa Faustina

 

Este é um dos livros mais conhecidos entre os católicos em todo o mundo e por isso indispensável. É um dos mais traduzidos para diferentes idiomas, depois da Bíblia Sagrada. 

Santa Faustina escreveu esse Diário a pedido do próprio Jesus, que revelou a ela a Devoção à Divina Misericórdia (Terço da Misericórdia, Novena à Misericórdia, Hora da Misericórdia e Festa da Misericórdia). 

A obra evidencia a sua profunda espiritualidade e o seu alto grau de união com Deus. O Diário de Santa Faustina está na lista de livros para o católico que deseja aprofundar-se na espiritualidade da misericórdia.

Confissões

Neste livro, Santo Agostinho faz uma auto acusação, de fato uma confissão, da própria miséria. Ele faz uma análise e uma descrição muito honesta da sua trajetória interior e espiritual.

Além disso, Santo Agostinho evidencia a grandeza da Misericórdia Divina. O livro é considerado como uma referência na história do pensamento cristão. 

Catecismo da Igreja Católica

 

Entre os livros para aprofundar o conhecimento do católico sobre a fé e a doutrina da própria Igreja não poderia faltar o Catecismo. 

Trata-se de um documento oficial e autêntico da Igreja por meio do qual conhecemos melhor o que ela professa e celebra, vive e reza em seu cotidiano. 

O Catecismo foi organizado de maneira a expor em linguagem contemporânea os elementos fundamentais e essenciais da fé cristã. 

Neste livro encontram-se orientações para o católico comprometido com sua fé. É também oferecido a todo homem que deseja perguntar e conhecer o que a Igreja crê. 

Ortodoxia

 

O seu autor, G. K. Chesterton, viveu numa época em que a Europa dava os primeiros passos para se tornar uma sociedade pós-cristã. Ele, um intelectual de grosso calibre, estava cansado do cinismo reinante e do fascínio despertado por novas ideias. 

Resolveu, então, resgatar o núcleo da fé cristã como uma estrutura necessária para dar sentido à existência humana.

Neste livro, o autor quis demonstrar aos seus leitores que o socialismo, o relativismo, o materialismo e o ceticismo estavam longe de responder às questões existenciais mais profundas. 

Caminho

 

Esta obra de São José Maria Escrivá, também entra na lista dos livros clássicos e indispensáveis que todo católico precisa ler. O próprio autor explica que “Caminho” tem o intuito de nos levar a ter maior intimidade com Deus, a amá-Lo, e a servir a todos. 

Este livro tem um estilo direto de diálogo com o leitor, e apresenta as exigências divinas e conselhos para percorrer caminhos de oração e de amor, a fim de aproximar-se de Deus e ter, verdadeiramente, um encontro com o Senhor.

Gostou destas indicações? Então, compartilhe!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *