Você poderá participar do Sínodo dos Bispos pelo Facebook

Mais uma vez o Papa Francisco quer ouvir sua voz! Jovens de todo o mundo poderão utilizar as redes sociais para expressar suas opiniões e ideias e ajudar os bispos no direcionamento do Sínodo dos Bispos. Entre os dias 19 e 24 de março acontecerá uma reunião pré-sinodal, em Roma que tem como objetivo oferecer aos jovens a possibilidade de apresentar aos Padres Sinodais – que se reunirão em outubro para o Sínodo dos Jovens – um documento com as suas propostas.

Junto aos cerca de 300 jovens dos 5 continentes que participarão desta reunião, a Secretaria do Sínodo dos Bispos decidiu envolver a juventude por meios das redes sociais, em particular o Facebook. Todos os jovens, não somente católicos, são convidados a participar dos grupos Facebook e assim poderão manifestar-se, como é o desejo do Papa Francisco.

Os grupos são em seis línguas: inglês, espanhol, francês, português, italiano e alemão.

Requisitos e participação

Para inscrever-se é preciso ter entre 16 e 29 anos. O perfil deve ser “real e pessoal” (não grupos ou paróquias) e é preciso entrar no site do Sínodo sobre os Jovens www.synod2018.va ou diretamente na página www.facebook.com/synod2018.

Os debates na página serão moderados por jovens colaboradores da Secretaria do Sínodo de diversas nacionalidades.As perguntas que serão apresentadas durante a reunião pré-sinodal, serão publicadas nos Grupos Facebook na segunda-feira, 12 de março, e a partir daquele momento os jovens inscritos serão convidados a responder com um comentário.

Para favorecer a síntese, as respostas devem conter no máximo 200 palavras e não serão aceitos anexos. A síntese de todas as respostas dos Grupos Facebook será inserida no grupo de redação das conclusões finais, que serão entregues ao Santo Padre.

Para a ocasião, alguns jovens prepararam uma carta e um vídeo de convite para participar do evento no Facebook. A carta de convite nas diversas línguas dos grupos contém 15 hashtags, que servirão como o fio condutor da reflexão. À cada hashtag – como #Igreja, #futuro, #linguagem – será associado um módulo para auxiliar no caminho de reflexão.

Fonte: A12

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *