7 conselhos de Santa Teresa para a vida de oração

São muitos os desafios e as barreiras que encontramos quando decidimos seguir a Deus. Buscar ajuda na experiência dos santos é, certamente, um caminho seguro.  Santa Teresa D’Ávila – mestra em oração e doutora da Igreja – tem preciosas indicações de como podemos progredir na vida de oração. Vamos, então, aprender com ela por meio de 7 conselhos:

1.Rezar é falar de amizade

Relacionamo-nos com Deus por meio da oração. Santa Teresa, em seus escritos, aponta que a oração nada mais é do que “falar de amizade” (cf.  Livro da Vida 8,5). Na oração experimentamos “a amizade com que Deus nos trata” (Caminho de perfeição 23,5) e por meio desse relacionamento, temos o conhecimento de que somos “amados de Deus” e que Ele está presente em todas as criaturas, entre justos e injustos.

2. O que nos torna servos é o amor

Não é possível seguirmos a Jesus sozinhos.  “Quem ama, faz sempre comunidade; não fica nunca sozinho”, dizia Santa Teresa que experimentou em sua vida que é o amor que nos torna servos. Portanto, se queremos seguir a Cristo precisamos nos abastecer do amor de Deus para sermos esse mesmo amor a serviço próximo que também necessita de amor.

3. Encontrar-se com Deus é encontrar-se com a humanidade

A oração, segundo Teresa, possui sua fundamentação no amor ao próximo. O ser humano é um ser para o outro (Cf. GARCIA, Maximiliano Herraiz. Oração, história de amizade. p.158.). Santa Teresa acreditava que a experiência da relação com o outro nos faz entrar em nós mesmos para descobrir as imensas riquezas que Deus nos dá. Então, que cultivemos a relação com os outros, porque é disso que mais precisamos para crescer. “A amizade com Deus e a amizade com os outros é uma mesma coisa, não podemos separar uma da outra”, dizia ela.  No encontro com o outro eu encontro Deus.

4. A oração é o caminho

Para Santa Teresa “deixar a oração é perder o caminho” ( Livro da Vida 19,13). Em sua espiritualidade, ela queria uma forma de vida que favorecesse o encontro pessoal com o Senhor. E isso ela encontrou num gesto muito simples: “retirar-se em solidão, olhar para dentro de si e não se admirar com um hóspede tão bondoso” (Caminho de perfeição 28,2).  A oração é o caminho que nos leva a olharmos para nós mesmos. É o caminho que nos leva à paz. “Se não tivermos e não procurarmos a paz em nossa casa, não a vamos encontrar na casa alheia”, dizia ela.

5. Por meio da oração encontramos o conhecimento

Quando nos colocamos em oração permanecemos a sós com Aquele que nos ama – com o nosso Amigo. Nesse encontro de oração-amizade cada um alcança a graça do conhecimento de si mesmo e de Deus. Para Santa Teresa rezar é entrar dentro de si, olhando para aquilo que sou – miséria e pecado – mas sem se deixar abater, e com um coração contrito,  conversar com Deus de maneira sincera. A partir de um diálogo-oração verdadeiro, damos os primeiros passos para transformar nossas vidas.

6. Do amor se tira amor

Do encontro com Deus – quando sei que sou amado por ele – me faço amor para o outro: “Do Amor se tira amor” (Livro da Vida 22,14). Teresa ainda dizia que “são necessários os amigos fortes de Deus para sustentar os fracos” (Livro da Vida 15,5), ou seja, são desses encontros de oração-amizade que nos fortalecemos para ser fortaleza para o outro.

7. A união com Deus se dá na simplicidade

Por fim, Santa Teresa dizia: “Enganam-se aqueles que acreditam que a união com Deus consiste em êxtases, falar em línguas, ter revelações, flutuar no espírito. A união com Deus não consiste em outra coisa, senão em sujeitar nossa vontade à vontade de Deus”.  A união com Deus consiste naquilo que pedimos na oração mais conhecida do cristão: “…seja feita a Vossa vontade assim na terra como céu…”.

Os desafios e os contratempos da vida moderna não podem ser empecilhos, mas os motivos pelos quais precisamos alimentar nossa alma por meio de uma ativa vida de oração. Estes conselhos de Santa Teresa são um convite para termos uma vida de oração intensa e a crescermos na amizade com Aquele que nos ama.

Por Agência Dominus

Compartilhar