7 curiosidades sobre as aparições de Nossa Senhora de Lourdes

O ano de 1858 foi marcado por algo sobrenatural na pequena cidade de Lourdes, no sudoeste da França. Uma jovem de 14 anos, de família humilde e carente, viveu a graça de poder ver, ouvir e falar com a Virgem Maria. O fenômeno ficou conhecido mundialmente entre os católicos como as aparições de Nossa Senhora de Lourdes.

A jovem Bernadette Soubirous nunca teve boa saúde. Contraiu cólera, sofria de asma e tinha a suspeita de ter tuberculose. Em uma das aparições, Nossa Senhora de Lourdes lhe disse: “Não prometo tornar-te feliz neste mundo, mas no outro”.  Por meio de uma frágil menina, Maria Santíssima queria pedir para toda a Igreja oração e penitência pela conversão dos pecadores. Quer saber como foi que tudo isso aconteceu? Então veja 7 curiosidades sobre as aparições de Nossa Senhora de Lourdes.

  1. Nossa Senhora apareceu na gruta quando Bernadette passava ali por acaso

Era 11 de fevereiro de 1858, Bernadette estava em casa, com sua família, quando percebeu que a lenha havia acabado. O inverno castigava a região e a lenha era necessária para aquecer a casa e para preparar o alimento. Junto com sua irmã mais nova, acompanhadas por uma amiga em comum, as meninas saíram à procura de lenha. Ao se depararem com um córrego, enquanto sua irmã e a amiga atravessaram rapidamente molhando-se na água gelada daquele riacho, Bernadette temeu molhar-se por causa da asma. Permanecer com os pés e roupas molhadas naquele inverno certamente agravaria sua doença.

Enquanto as meninas seguiam adiante, Bernadette teve a ideia de tirar as meias para atravessar o riacho, assim seus pés secariam rapidamente e poderia colocar os sapatos novamente, sem acarretar nenhum problema. Ela não sabia, mas aquele instante não era um acaso, foi marcado pela providência divina.

Ao sentir uma rajada de vento, a menina olhou para uma gruta que estava ao seu lado. Neste local, viu uma jovem com um vestido branco, tendo à cintura uma faixa azul, nas mãos um rosário e aos pés duas rosas douradas. Era a Virgem Maria – ou Nossa Senhora de Lourdes, como ficou conhecida depois. Bernadete sentiu um desejo dentro de si de ajoelhar-se. Tentou fazer o sinal da cruz, porém seu braço estava adormecido de tanta emoção diante daquela visão. A própria Virgem, então, traçou o sinal da cruz e começou a rezar o terço. Bernadete acompanhou, então, a oração daquela jovem de beleza sobrenatural.  Depois que terminaram de rezar o terço, Nossa Senhora de Lourdes fez sinal para que Bernadette se aproximasse. Mas, a pobre menina não teve reação. A virgem desapareceu rapidamente deixando uma alegria indescritível no coração daquela menina.

Quando se encontrou novamente com sua irmã e sua amiga, Bernadette sabia que deveria guardar segredo sobre o que havia acontecido, mas não resistiu. Não conseguiria guardar aquela alegria apenas para si. Narrou rapidamente para a sua irmã o que aconteceu, porém ela não acreditou no que Bernadette lhe contou.

  1.  A vidente aspergiu água benta na Virgem para saber se ela vinha da parte de Deus

Três dias depois, Bernadette, que precisou contar aos pais o que havia acontecido, conseguiu permissão para voltar à gruta acompanhada mais uma vez pela irmã, pela amiga e mais algumas pessoas. Bernadete ainda não tinha a compreensão de que aquela mulher era a Virgem Maria. Temendo ser uma aparição do maligno, as meninas levaram consigo um frasco com água benta.

Chegado ao local por primeiro, Bernadette ajoelhou-se e começou a rezar o terço, enquanto as suas companheiras ficaram de pé ao seu lado. Quando estava na segunda dezena, apareceu-lhe Nossa Senhora. Mas apenas Bernadette podia ver. Rapidamente ela pegou a água benta e aspergiu a santa com vigor, dizendo: “Se vem da parte de Deus, fique, se não, pode ir embora”. Mas Nossa Senhora de Lourdes sorria para Bernadette e ali permaneceu. O rosto da menina demonstrou que estava em êxtase e ela já não conseguia mais ouvir o burburinho ao seu redor. Tudo o que via era a Virgem. As pessoas que a acompanhavam ficaram sem saber o que estava acontecendo

  1. Bernadette foi tida por louca

Desde a primeira aparição de Nossa Senhora de Lourdes, Bernadette passou a ser vista por alguns como louca. Sua irmã e até mesmo seus pais pensaram na possibilidade da menina estar tendo alucinações. O pai, inclusive, a proibiu de voltar à gruta dizendo que não queria aturar os olhares das pessoas caçoando da filha e da sua família. Das pessoas que passaram a frequentar a gruta das aparições, muitas faziam isso por fé, outras por desconfiança, acreditando que Bernadette estava inventando coisas ou enlouquecendo.

Além disso, depois de uma das 18 aparições, um delegado da polícia levou Bernadette para um interrogatório, grosseiro e ameaçador. O delegado, acreditando que a menina estava encenando tudo, exigia que Bernadette se retratasse com a vizinhança e com todos os que, sabendo dos fatos, passaram a frequentar a gruta das aparições.

  1. A primeira vez que jorrou água da fonte era só lama

A nona aparição de Nossa Senhora de Lourdes já reuniu mais de 300 pessoas da localidade. Desta vez, Nossa Senhora pediu a Bernadette que escavasse o chão da gruta para que ali brotasse uma fonte de água. Obediente, a menina começou a cavar o chão com as próprias mãos. Um buraco foi se abrindo e encheu-se de lama. Bernadette tirava de lá a lama com afinco. Ela pegou a lama e passou pelo rosto, pois Nossa Senhora havia lhe dito que ela deveria lavar-se com a água que dali brotasse. Tentou incansavelmente fazer com que a água brotasse, até que em seguida ela jorrou. Naquele dia a mensagem de Nossa Senhora dizia: “uma fonte de água que lavará a alma suja dos pecadores, dos que se arrependem de seus desacertos, daqueles que têm fé em Deus, produzindo o milagre da conversão e da cura dos males”.

  1. O primeiro milagre trouxe ao mundo um sacerdote

Conta-se que o primeiro milagre que aconteceu na gruta de Nossa Senhora de Lourdes se deu logo depois da 12ª aparição de Nossa Senhora. Uma mulher que havia sofrido um acidente, de nome Catherine Latapie, estava com um dos ombros deslocados, o punho quebrado e com os dedos retorcidos. Sabendo das aparições de Nossa Senhora, sua fé a impulsionou a ir à gruta. Lá, Catherine lavou-se na água que brotava daquele local sagrado. Por graça de Deus, a mulher ficou curada e voltou para casa. Em seguida ela deu à luz a um menino que, futuramente, tornou-se sacerdote.

  1. A aparição de Lourdes confirmou o dogma da Imaculada Conceição

Logo depois da primeira aparição, Bernadette foi à Igreja e confessou-se com o pároco que ouviu atentamente os relatos da menina. O sacerdote pediu a Bernadette que relatasse tudo ao bispo local. Pacientemente, o bispo orientou Bernadette a perguntar para a mulher que aparecia na gruta qual era o seu nome. Obediente, numa das aparições, a menina perguntou e a Virgem esclareceu: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

O Dogma da Imaculada Conceição de Maria – que afirma que Nossa Senhora, no instante da sua concepção, foi preservada da mancha do pecado original – havia sido proclamado pela Igreja 4 anos antes das aparições de Nossa Senhora de Lourdes, em 1854. Contudo, analfabeta e pouco conhecedora sobre os assuntos da Igreja, Bernadette não sabia que a mulher que ela via era Nossa Senhora e tão pouco tinha conhecimento sobre o dogma da Imaculada Conceição.

  1.  Até hoje o corpo da vidente se encontra incorrupto

Depois de encerradas as aparições, Bernadette entrou na Congregação das Irmãs da Caridade. Dedicou sua vida religiosa para cuidar dos doentes como enfermeira. Contudo, faleceu jovem, aos 35 anos.  O túmulo onde foi enterrada começou a ser visitado por inúmeras pessoas que alcançaram graças por meio da sua intercessão. Em setembro de 1909, seu caixão foi aberto, como parte do processo de investigação de sua santidade. Para surpresa de muitos, seu corpo estava intacto. Em abril de 1925, mais uma vez Bernadette teve seus restos mortais exumados e seu corpo permaneceu incorrupto como segue até hoje. Seu corpo encontra-se atualmente exposto num caixão de vidro na Capela do Convento de Saint Gildard, em Nevers, na França.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *